C-JeS Culture, produtora responsável pela montagem coreana do musical de Death Note, está investigando envolvidos na venda ilegal de ingressos para o espetáculo.

Em um pronunciamento postado na página oficial da empresa no Facebook, a produtora declarou que está tomando medidas legais contra pessoas e sites que estiverem realizando vendas não-autorizadas. Ingressos adquiridos em canais não oficiais serão cancelados sem aviso prévio e seus portadores não serão admitidos no musical.

Ingressos comprados através de cambistas podem chegar até 1 milhão won sul-coreanos (cerca de R$ 2.822,00), enquanto o ingresso original mais caro custa 120 mil won sul-coreanos (cerca de R$ 338,00).

Fonte: All K-pop

Siga Geekdama nas redes sociais!