A poucos meses da estreia da adaptação de Death Note feita pela Netflix, Adam Wingard, diretor do filme, compartilhou em seu perfil pessoal no Twitter uma pequena atualização sobre a produção do filme, informando que todas as cenas com efeitos especiais foram concluídos.

https://twitter.com/AdamWingard/status/878442735497207808

Concluímos nossas últimas cenas com efeitos especiais para Death Note hoje!

https://twitter.com/AdamWingard/status/878447908604977153

Cada aspecto da filmagem parece que vai se arrastar para sempre até que acaba do nada. É sempre anticlimático.

Desde o início de sua produção, o filme tem sido alvo de várias polêmicas, desde acusações de racismo por causa escolha do elenco até questionamentos sobre a fidelidade à obra original e às escolhas criativas necessárias para a adaptação da história no ocidente, as quais Wingard têm continuamente refutado.

Death Note contará a história de Light Turner (Nat Wolff) um aluno de ensino médio que se depara com um caderno sobrenatural jogado na terra pelo shinigami Ryuk (Willem Dafoe), que lhe dá a habilidade de matar qualquer pessoa, desde que saiba seu nome e seu rosto.

Light decide usar o poder do Death Note para livrar o mundo de malfeitores, porém se deixa dominar por um verdadeiro “complexo de deus” e é antagonizado pelo misterioso detetive “L” (Keith Stanfield), que acredita que Light é apenas um criminoso comum.

O elenco também conta com Shea Whigham (James Turner),  Mia Sutton (Margaret Qualley) e Masi Oka.

Death Note será disponibilizado na Netflix a partir do dia 25 de agosto.

Siga Geekdama nas redes sociais!