O 6º episódio da 5ª temporada de Game of Thrones despertou indignação e revolta de diversos espectadores e feministas. Em uma cena brutal, Sansa Stark foi estuprada por seu marido na frente de Theon Greyjoy.

Enquanto o produtor Bryan Cogman, que assinou o roteiro do episódio, defendeu a necessidade da cena para o desenvolvimento da trama e para o crescimento de Sansa, a atriz Sophie Turner afirmou em uma entrevista ao Entertainent Weekly que teria adorado a cena.

Quando eu li aquela cena, eu meio que adorei. Adorei o modo como Ramsay fez Theon assistir. Foi tudo conturbado. E também foi assustador para eu gravar. Tenho feito o produtor Bryan Cogman se sentir tão mal por ter escrito aquela cena: “Não acredito que você está fazendo isso comigo!” Mas, secretamente, eu adorei.

Ao ser questionada sobre a reação dos fãs de Sansa, Sophie comentou:

Concordo completamente com eles! Depois de ela ter escapado de Joffrey você poderia pensar que ela iria perder a virgindade com um cara realmente amável que cuidasse dela e ela é jogada para um cara que é muito pior. Mas eu meio que gosto do fato de ela não realmente saber que ele é um psicopata até aquela noite. Ela sente algo, mas estava com mais medo do pai dele. E então naquela noite tudo fica f…

Em uma entrevista concedida em abril, o ator Iwan Rheon (Ramsay Bolton) revelou que havia se sentido desconfortável ao gravar algumas das cenas de seu sádico personagem para a 5ª Temporada.

Houve algumas coisas na série que realmente me perturbaram. Antes de gravar eu estava meio ‘Não quero fazer isso’, mas é o meu trabalho, então tenho que seguir em frente.

Isso seria um indício de que Ramsay fará coisas ainda piores à sua esposa?

Qual foi sua opinião sobre a cena?

Fonte: Time

Siga Geekdama nas redes sociais!