Recentemente, começou a circular um rumor de que o editor de George R.R. Martin teria insinuado que saga As Crônicas de Gelo e Fogo poderia ter oito livros ao invés de sete, como anteriormente planejado.

A mudança teria um grande impacto em Game of Thrones, uma vez que a série da HBO baseada nos livros de Martin está quase alcançando os acontecimentos de A Dança dos Dragões, o mais recente livro publicado e 5º da saga.

O autor explicou que, ao contrário dos rumores, ele ainda pretende escrever sete livros, mas não exclui a possibilidade expandir a trama.

“Meu plano é terminar no sétimo livro,” disse Martin. “Mas meu plano inicial era escrever três livros. Eu escrevo e as histórias crescem. Eu lido com algumas coisas e às vezes percebo que não cheguei ao final da história. Meu plano agora ainda é escrever sete livros. Mas antes eu tenho eu terminar o sexto livro. Me pergunte novamente quando eu estiver na metade do sétimo livro e então talvez eu tenha algo mais concreto para lhe dizer.”

O escritor também falou com pouco sobre a 4ª temporada de Game of Thrones, a qual tem lhe agrado bastante. “Tem sido uma ótima temporada,” disse Martin, elogiando bastante a interpretação de Pedro Pascal como o Príncipe Oberyn Martell. “No geral, estamos vendo bem mais diferenças entre os livros e a série do que eu inicialmente imaginei que haveriam. Certamente essas mudanças causam uma bola de neve que eu acho que vai continuar.”

Quando perguntado se ele havia gostado ou detestado alguma das mudanças em particular, Martin respondeu:

“Eu gosto muito de várias das cenas novas que eles colocaram no decorrer da temporada, embora eu sinta falta de algumas das coisas que eles deixaram de fora. Obviamente eu coloquei aquelas cenas nos livros por um motivo, eu senti que elas acrescentavam algo à história. E como eu tenho dito há anos, eu gostaria que eles tivessem mais tempo – sempre que vejo outra série da HBO fico pensando por que só temos dez episódios enquanto outras séries têm treze. Mas fizemos coisas importantes este ano. O Casamento Roxo e o julgamento de Tyrion – com atuações incríveis de Peter Dinklage (Tyrion) e Sibel Kekilli (Shae). Estou muito ansioso pelo próximo episódio, pois me disseram que haverá uma batalha que vai superar a Batalha de Blackwater.”

Considerando tudo isso, Martin crê que as sete temporadas previstas pelos produtores não serão suficientes para contar toda a história. “Não acho que será o suficiente para contar a história que estamos contando nos livros”, disse o escritor.

Martin também diz ser a favor da produção de filmes paralelos à série para resolver algumas das questões relacionadas à linha do tempo dos livros vs linha do tempo da série, pois isso daria ao autor mais tempo para terminar a saga além de proporcionar aos produtores um orçamento maior que lhes permitiria fazer justiça a algumas cenas de batalha dos próximos livros.

No entanto, parece que os executivos da HBO não estão inclinados à esta ideia, pois a principal missão da emissora é produzir obras de qualidade para seus assinantes. “Quando ouvi falar desta ideia fiquei animado com a possibilidade – acho que seria ótimo – mas também me mantive cético, pois já ouvi falar de inúmeras séries que supostamente ganhariam versões para o cinema, como ‘Deadwood’, ‘Roma’ e até mesmo ‘Os Sopranos’, mas o único desses projetos que saiu do papel foi ‘Sex and the City’”, disse Martin.

Em outubro será lançado o livro The World of Ice & Fire: The Untold History of Westeros (Um Mundo de Gelo e Fogo: A História Não-Revelada de Westeros, em tradução livre). Para mais informações sobre o progresso de Martin, acesse o blog do escritor.

Fonte: Entertainment Weekly

Siga Geekdama nas redes sociais!