A cosplayer profissional coreana Pion Kim tem enfrentado severas críticas nas redes sociais devido ao seu cosplay de Sombra, personagem de Overwatch, popular jogo da Blizzard.

Para reproduzir com o máximo de fidelidade o visual de Sombra, além de raspar parte das sobrancelhas, Kim deixou seu cabelo crescer por três anos antes de cortá-lo para adotar o estilo sidecut da personagem. Em seguida, a cosplayer doou o cabelo para uma instituição de caridade que faz perucas para crianças com câncer.

No entanto, Kim foi acusada por várias pessoas de racismo por supostamente fazer blackface ao escurecer sua pele para um tom mais parecido com a de Sombra, que é mexicana. Blackface foi uma prática teatral bastante popular no século XIX, na qual atores brancos pintavam o rosto com carvão para representar personagens negros de maneira caricata, uma vez que atores negros não eram bem aceitos.

Curiosamente, centenas de mexicanos partiram em defesa da cosplayer com comentários elogiando seu trabalho:

Sou mexicano com tom de pele mais escura, não há nada de ofensivo aqui, faça isso quantas vezes quiser!!

Sou mexicano, eu e meus irmãos amamos seu cosplay de Sombra. Não escute essas p****s desses gringos justiceiros sociais, essas pessoas só estão procurando por algo do que reclamar, como da vez que tentaram banir o Ligeirinho do Looney Tooney porque ele seria “ofensivo” enquanto no México todos o amam.

Mesmo com o apoio dos fãs, Kim se desculpou publicamente em sua página no Facebook e decidiu que não fará mais cosplay de Sombra no futuro.

O que vocês acham? Pion Kim realmente cometeu um erro ao escurecer sua pele ou as pessoas ficam ofendidas muito facilmente?

Fontes: Nerd Reactor, Kotaku

Siga Geekdama nas redes sociais!