Johnny Depp é uma das figuras mais peculiares de Hollywood. Seu talento e sua ótima aparência lhe possibilitam ir de blockbusters e filmes dramáticos sem muitos problemas.

Sem medo de se arriscar ou de mudar radicalmente o visual, Depp tem aparecido em uma infinidade de papeis estranhos desde sua estreia como ator em A Hora do Pesadelo, de 1984, muitos deles em filmes do cineasta Tim Burton.

Alguns desses personagens são maravilhosos, outros nem tanto, porém todos eles marcaram a carreira do ator de alguma maneira.

10. Capitão Jack Sparrow

Johnny Depp Papeis Estranhos Jack Sparrow

Filme: Piratas do Caribe (franquia)
Ano: 2003, 2006, 2007 e 2011

O papel que realmente catapultou a carreira de Depp no rol dos principais atores de Hollywood de uma maneira que ninguém poderia ter imaginado.

Uma aventura de humor fanfarrão baseada em um dos brinquedos da Disney que acabou se transformando em uma das franquias mais rentáveis do cinema e a maior parte desse sucesso se deve certamente à interpretação de Depp.

Além de um apelo visual interessante, com seus dreadlocks e barba trançada, Jack chama a atenção pelos seus modos extravagantes, que sempre passam a impressão de que o personagem esteja um pouco embriagado.

Depp disse que se inspirou em Keith Richards, guitarrista do Rolling Stones para criar o personagem que lhe rendeu indicações ao Oscar e ao Globo de Ouro como Melhor Ator.

9. Sweeney Todd

Johnny-Depp-Papeis-Estranhos-Sweeney-Todd

Filme: Sweeney Todd, O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet
Ano: 2007

Depp interpreta o personagem título do musical dirigido por Tim Burton baseado em uma peça de Stephen Sondheim.

Sweeney Todd é um perturbado barbeiro que volta à Londres depois de anos preso por um crime que não cometeu para se vingar dos que destruíram sua vida e sua família.

Ele se alia à Mrs. Lovett (Helena Bonham Carter), que faz tortas de carne humana com os clientes assassinados por Sweeney. Apesar de ser criticado por sua suposta falta de talento para cantar, a interpretação obsessiva e melancólica de Depp lhe rendeu a terceira indicação ao Oscar de Melhor Ator pelo papel, além de ter ganhado o Globo de Ouro por Melhor Ator em Comédia ou Musical.

8. Raoul Duke

Johnny Depp Papeis Estranhos Raoul Duke Medo e Delírio

Filme: Medo e Delírio
Ano: 1998

Medo e Delírio é baseado em um livro homônimo de Hunter S. Thompson, jornalista americano criador do chamado “Jornalismo Gonzo”, em que o narrador mistura ficção e realidade.

Raoul Duke é uma versão (levemente) ficcional de Thompson e, para se preparar para o papel, Depp morou com o jornalista por algum tempo. Ele estudou seus maneirismos, saía dirigindo seu carro e até mesmo passou a vestir suas roupas (chapéus e camisas havaianas).

O próprio Thompson raspou o cabelo de Depp para imitar sua calvície. Os dois acabaram se tornando grandes amigos.

7. Tonto

Johnny Depp Papeis Estranhos Tonto O Cavaleiro Solitário

Filme: O Cavaleiro Solitário
Ano: 2013

Em uma tentativa fracassada da Disney em estabelecer mais uma franquia milionária com Johnny Depp no elenco, o ator interpreta um índio Tonto, o qual reconta as aventuras que transformaram John Reid, um homem da lei, em uma lenda da justiça.

O filme deve um desempenho decepcionante nas bilheterias e Depp foi criticado por ter interpretado Tonto como um “Jack Sparrow do Faroeste”.

6. Barnabus Collins

Johnny Depp Papeis Estranhos Barnabus Collins Sombras da Noite

Filme: Sombras da Noite
Ano: 2012

Outra parceira entre Johnny Depp e o diretor Tim Burton. Barnabus Collins é um vampiro que tenta superar o choque cultural de alguém nascido em 1700 que acorda nos anos 70.

Considerado por muito um dos piores filmes da carreira recente de Burton, Sombras da Noite tem um estilo meio indefinido, que se reveza entre comédia e temas mais obscuros, o que se reflete na interpretação de Depp.

5. Ed Wood

Johnny-Depp-Papeis-Estranhos-Ed-Wood

Filme: Ed Wood
Ano: 1994

Um dos melhores frutos da parceria de Johnny Depp com Tim Burton, o filme é baseado na vida de um cineasta B considerado o “pior diretor de todos os tempos”.

Entre seus excentrismos, Wood gostava de vestir roupas femininas. As situações pitorescas retratadas no filme poderia facilmente ter feito de Ed Wood um personagem simplesmente ridículo na mão de um ator menos talentoso, porém, com sutileza, Depp faz do diretor um personagem carismático e único.

4. Edward Mãos de Tesoura

Johnny Depp Papeis Estranhos Edward Mãos de Tesoura

Filme: Edward Mãos de Tesoura
Ano: 1990

O primeiro filme em que Johnny Depp e Tim Burton trabalharam juntos é também uma das obras mais marcantes das carreiras de ambos, além de ter sido o último trabalho para os cinemas da lenda dos filmes de horror, Vincent Price.

Em uma espécie de conto de fadas gótico em um subúrbio americano, Edward é um rapaz meio Frankenstein com tesouras no lugar de mãos porque seu criador morreu antes de poder lhe dar mãos de verdade.

Edward não é um personagem eloquente e Depp consegue expressar toda sua inocência e pureza principalmente através de gestos e expressões faciais.

3. O Lobo

Johnny Depp Papeis Estranhos Lobo Caminhos da Floresta

Filme: Caminhos da Floresta
Ano: 2014

Assim como Sweeney Todd, a segunda incursão de Depp no mundo dos musicais é uma adaptação de uma obra de Steven Sondheim.

Apesar de relativamente curta, sua participação no filme é bem marcante. Interpretando o Lobo, Depp canta ‘Hey, Little Girl’ enquanto persegue a Chapeuzinho Vermelho de maneira sinistra que, assim como a história original, parece insinuar um pouco pedofilia.

2. Chapeleiro Maluco

Johnny Depp Papeis Estranhos Chapeleiro Maluco Alice no País das Maravilhas

Filme: Alice no País das Maravilhas
Ano: 2010

Visualmente impecável, a versão de Tim Burton do clássico Alice no País das Maravilhas trás Depp no papel do icônico Chapeleiro Maluco. O ator revelou que quis mostrar um lado mais humano do personagem e torná-lo um pouco mais complexo.

O filme foi bastante criticado, porém faturou mais um 1 bilhão de dólares nas bilheterias, assegurando a produção da sequência Alice Através do Espelho em 2016, a qual deve contar com outro diretor.

1. Willy Wonka

Johnny Depp Papeis Estranhos Willy Wonka A Fantástica Fábrica de Chocolate

Filme: A Fantástica Fábrica de Chocolate
Ano: 2005

A versão de Tim Burton de A Fantástica Fábrica de Chocolate é mais uma adaptação do livro de Roald Dahl do que um remake do filme clássico de 1971, estrelado por Gene Wilder.

Para se distanciar da performance icônica de Wilder, Depp preferiu interpretar Willy Wonka como meio infantil e meio insano, atormentado por seus traumas de infância.

***

Qual foi o papel mais bizarro da carreira de Johnny Depp? Deixe sua opinião nos comentários.

Fonte: WC

Ops! Lista não encontrada! Entre em contato conosco para consertarmos esta página.

Siga Geekdama nas redes sociais!