Quadrinhos, assim como qualquer outra indústria, usa e abusa de promoções, eventos e diversas táticas para alavancar suas vendas.

Boa parte das estratégias mais chamativas vêm dos das duas maiores editoras, Marvel e DC. Os chamarizes vão desde de pequenos brindes, como marcadores de livres e bottoms de apoio ao Capitão América e Homem de Ferro durante a Guerra Civil a anúncios de novas sagas que englobam grande parte de seus respectivos universos em jornais de grande circulação.

O problema é que não dá para fazer todo ano um evento “que muda tudo”, matar várias vezes o mesmo personagem ou relançar mais uma vez um quadrinho a partir do número 1. Os fãs começam a ficar insatisfeitos, o que reflete nas vendas.

Para contornar essas dificuldades, nada melhor do que algumas promoções que inovem ainda mais do que outra Hora Zero ou mais uma nova Guerra. Mas nos exemplos a seguir a inovação e a bizarrice se confundem…

5 – Compre uma HQ e ganhe um anel de plástico

marvel-dc-taticas-vendas-estranhas-05

Algum tempo atrás, antes do grande reboot dos Novos 52, a DC teve um grande evento chamado “A Noite Mais Escura”. Originalmente uma história do Lanterna Verde que culminou em um mega evento que envolveu vários dos quadrinhos da DC, que aproveitou para reviver alguns de seus títulos aposentados em edições extras.

Na história várias Tropas de Lanternas se uniram para enfrentar um bando de heróis que voltaram à vida como zumbis malignos devido a um anel negro. E os anéis são o elemento-chave aqui. Para promover toda a conexão entre os quadrinhos e as edições extras, a DC criou uma promoção em que você comprava uma edição específica que acompanhava um anel de plástico representando uma das Tropas, dede o vermelho de Fúria ao azul da Esperança. Alguns jornaleiros deixaram os clientes escolherem os aneis e outros apenas os distribuiu por diversão. No final muitos quadrinhos e anéis foram vendidos.

Não é uma promoção exatamente maluca, mas definitivamente meio estranha.

4 – Ganhe uma edição especial da Marvel se enviar uma HQ destruída da DC

marvel-dc-taticas-vendas-estranhas-04-deadpool

Durante a saga “A Noite Mais Escura”, a Marvel estava com seu próprio evento, chamado “Cerco”, onde Norman Osborn tenta invadir Asgard.

Uma das táticas mais utilizadas para alavancar vendas é oferecer edições especiais com capas variantes. É uma estratégia comum, mas a forma que a Marvel fez para que as pessoas pudessem adquirir uma variante especial da terceira edição do “Cerco” foi polêmica. Era necessário rasgar capas de “A Noite Mais Escura”, de forma que não houvesse conserto. 50 quadrinhos destruídos deveriam ser enviados pelo jornaleiro para a Marvel para receber a capa, que estrelava Deadpool, exibindo os dedos cheios de anéis dourados.

E não foi a única vez que uma “promoção” do gênero aconteceu. A editora Dark Horse recentemente ofereceu uma capa variante de “Barb Wire” para jornaleiros que enviasse quadrinhos Marvel rasgados. Como será que a Marvel reagirá após provar do próprio veneno?

3 – Enquete para decidir se o Robin deve morrer

marvel-dc-taticas-vendas-estranhas-batman-03-robin-morte

Muitos fãs não gostaram quando Jason Todd se tornou o Robin. Então a DC lançou um evento em 1988 onde os fãs poderiam decidir se este Robin viveria ou não.

Tudo aconteceu durante o arco “Morte em Família”, onde o Coringa espancou o herói com um pé-de-cabra. E então fãs poderiam fazer uma ligação para votar se Todd sobreviveria ou não. A disputa foi acirrada (5343 votos contra 5271, ou 50,34%) e no final a morte venceu.

Mesmo sendo um personagem de ficção, é meio estranho pensar que ele deixou tantas pessoas incomodadas ao ponto de quererem sua morte. No final das contas, a DC realmente estava disposta a matar um personagem baseado na sede de sangue de seus fãs, neste surreal evento.

2 – Seja um artista da DC – basta desenhar Harley Quinn se matando

marvel-dc-taticas-vendas-estranhas-02-harley-quinn

A DC relançou seus quadrinhos da Harley Quinn alguns anos atrás. E como forma de promover o novo título, foi lançado um concurso, onde todos os artistas anônimos poderiam participar, enviando seus desenhos da personagem de acordo com alguns critérios, sendo um deles com a Harley cometendo suicídio.

Em resumo, a DC pediu para artistas desenharem um suicídio de forma sexy e engraçada. Pelo menos é o que parecia fora do contexto dos quadrinhos. Com toda a razão muitos ficaram incomodados e no final a DC emitiu um pedido de desculpas, informando que pediria para os participantes enviarem outros temas.

E no final o vencedor foi um profissional que já havia feito contribuições para diversas empresas, inclusive a própria DC. Uma promoção ruim do início ao fim.

1 – Ganhe uma HQ com cinzas humanas na tinta

marvel-dc-taticas-vendas-estranhas-01

O ano era 1977, e a Marvel havia lançado um quadrinho estrelando a banda KISS que continha o próprio sangue dos membros na tinta da impressão. Sim, isso aconteceu mesmo. Mas ficou ainda pior 20 anos depois, em 1997.

O editor e escritor de quadrinhos Mark Gruenwald faleceu de um ataque cardíaco aos 42 anos em 1996. Gruenwald sempre falava que gostaria de “fazer parte de um quadrinho”. E ele deixou claro este desejo em seu testamento.

Assim, em 1997 Marvel relançou seu famoso quadrinho do “Esquadrão Supremo”, de autoria de Gruenwald, onde a tinta preta da impressão continha as cinzas do escritor. A promoção chamou alguma atenção dos jornais pela sua bizarrice, mas foi uma homenagem e a realização do último desejo de alguém que verdadeiramente amava quadrinhos e queria literalmente fazer parte deles.

Fonte: WC

Ops! Lista não encontrada! Entre em contato conosco para consertarmos esta página.

Siga Geekdama nas redes sociais!