Algo sobre lugares abandonados que intimida e fascina ao mesmo tempo. Ambientes que já tiveram sua utilidade ou eram mesmo um local para entretenimento e acabaram se tornando absolutamente insalubres depois de anos de negligência e decadência.

Eis uma lista com 10 lugares abandonados dignos de locação de algum filme de terror.

 

10 – Six Flags New Orleans(Nova Orleans, EUA)

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

O parque de diversões Jazzland abriu em 2000 e foi arrendada em 2002 para uma das maiores empresas de parques de diversões do mundo, a Six Flags. Um ano depois, o parque foi rebatizado para Six Flags New Orleans e reformado, contando com uma área temática sobre o Mardi Gras, famoso Carnaval da região, e uma variedade de atrações.

Em 2005, o parque foi atingido pelo furacão Katrina e desde então o local está completamente abandonado. Agora a prefeitura de Nova Orleans é a proprietária do terreno e tem planos de construir um shopping no local. Mas até lá, o Six Flags New Orleans pode ser um destino interessante para quem curte explorações urbanas horripilantes. Vejam só as fotos.

 

9 – Manicômio Estadual Danvers (Massachusetts, EUA)

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

Nas décadas de 20 e 30, quando o hospital psiquiátrico estadual Danvers, no estado americano de Massachusetts, estava em seu ápice de atividade, suspeitava-se de que a instituição adotava métodos controversos como uso de terapia de choque, drogas e lobotomias frontais – na verdade, cogita-se de que o polêmico procedimento tenha surgido no próprio Danvers.

Desde o seu fechamento em 1992, o local caiu na decadência. Em 2001, Danvers foi cenário do filme de horror Session 9. Já foram feitos esforços para renovar o local, porém sem sucesso.

Em 2006, parte da estrutura do hospital foi demolida para dar lugar à construção de edifícios residenciais, mas em abril de 2007, todos os edifícios além de vários trailers da construtora foram destruídos em um incêndio. Desde então, todos os projetos para a renovação do local empacaram.

 

8 – Domos (Arizona, EUA)

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

A maioria dos habitantes locais não sabe quem construiu as gigantescas estruturas de concreto em forma de domo no deserto do Arizona ou o porquê. Embora pareçam com réplicas dos anos 50 de discos voadores, os domos foram construídos em 1982 por uma companhia de eletrônicos. O design pouco comum das estruturas seria supostamente para baratear os custos de construção.

A companhia faliu em 1983 e pouco tempo depois foi descoberta água subterrânea contaminada no local. Apesar de sua concepção trivial, os visitantes do local geralmente experimentam um sentimento de medo e inquietação por causa da extrema negligência dos domos e sua arquitetura estranha.

A propriedade foi ganhou novos donos em 2006, mas ainda permanece abandonada.

 

7 – Holy Land USA (Connecticut, EUA)

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

Holy Land USA era um parque temático de cerca de 7 hectares na cidade de Waterbury, no estado americano de Connecticut. No seu auge, durante as décadas de 60 e 70, o parque chegou a receber 40 mil visitantes diários. O parque fechou para reformas em 1984 e o dono, John Greco, morreu em 1986. Desde então, o parque ficou abandonado.

Atualmente, a propriedade está sobre a responsabilidade de um grupo de freiras enquanto se deteriora cada vez mais. As estátuas em decadência, os prédios escuros e silenciosos e os sinais de vandalismo tornam o antigo parque um cenário propício para um filme de terror e em 2010 um adolescente foi encontrado morto na propriedade.

 

6 – Oradour-sur-Glane (França)

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

No dia 10 de junho de 1944, a vila francesa Oradour-sur-Glane teve a infelicidade de ser confundida por um destacamento militar nazista com uma vila próxima chamada Oradour-sur-Vayres, onde um oficial do Partido Nazista estava sendo mantido em cativeiro pelos moradores.

Usando metralhadoras e bombas incendiárias, os soldados nazistas massacraram toda a população de Oradour-sur-Glane, que consistia em 642 pessoas entre homens, mulheres e crianças, além de alguns forasteiros que estavam de passagem pelo local quando os alemães renderam a vila.

O presidente francês Charles DeGaulle ordenou que a vila fosse reconstruída em outro local nas imediações da antiga Oradour-sur-Glane, deixando as ruínas intactas com uma placa na entrada na qual está escrito “para não nos esquecermos”.

 

5 – Hospital Militar Beelitz Heilstatten (Berlin, Alemanha)

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

Este antigo sanatório ao sudoeste de Berlin foi construído para lidar com o início de uma epidemia de tuberculose no final do século 19 que se expandiu pelas décadas seguintes. Durante a Primeira e a Segunda Guerra Mundial, Beelitz Heilstatten foi usado como hospital militar. Adolf Hitler em pessoa foi internado no local em 1915 para tratar de uma ferida na perna quando ainda era apenas um jovem soldado.

O hospital estava sob controle da União Soviética até a extinção do país no começo dos anos 90 e está abandonado desde então. Tentativas pífias de restaurar o hospital ou de demolir o prédio estão empacadas há anos enquanto Beelitz Heilstatten se desfaz em ruínas.

O local já foi usado como locação para o filme O Pianista e também para um videoclipe da banda Rammstein.

 

4 – Bhangarh (India)

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

Mesmo tendo se tornado uma atração turística, pode-se notar que não há muitas fotos noturnas da cidade de Bhangarh no estado indiano de Rajasthan. Isso é porque o governo indiano proíbe estritamente o acesso ao local à noite. Por quê?

De acordo com uma lenda, no século 16, após ser rejeitado pela princesa do reino, um mágico de coração partido teria amaldiçoado a cidade e todos os seus habitantes com a morte sem possibilidade de ressureição, o que é um ponto importante da religião Hindu, predominante no local. Ou seja, os amaldiçoados estariam condenados à morte eterna.

Por isso uma grande placa na entrada da pequena cidade avisa que entrar nas dividas de Bhangarh depois do pôr do sol é estritamente proibida.

 

3 – Subúrbios de Lehigh Acres (Flórida, EUA)

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

Nos anos 50, os empreendedores Gerald Gould e Lee Ratner (que haviam enriquecido vendendo veneno de rato), decidiram lotear um enorme terreno pertencente no sul da Flórida.

As terras, pertencentes à Ratner, foram divididas em pequenos lotes de meio acre (pouco mais de 2.000 m²) e vendidas por preços muito baixos pessoas vindas do norte dos EUA. Parecia uma barganha para os compradores, mas o local não tinha infraestrutura alguma, sem escolas estradas ou água encanada, por isso poucas casas foram construídas.

Muitos lotes foram revendidos, mas o local permaneceu praticamente deserto até a década de 80. Com o boom do mercado imobiliário nos EUA nos 90, centenas de casas começaram a ser construídas em Lehigh Acres. Na verdade, foram construídas muito mais casas do que a real demanda do local, criando uma verdade bolha imobiliária. Quando a bolha estourou, Lehigh Acres se tornou uma verdadeira cidade fantasma.

Há alguns quarteirões com apenas uma ou duas casas habitadas e muitos quarteirões completamente desocupados. Plantas, flores e até mesmo jacarés tomaram conta de Lehigh Acres.

 

2 – Cabana da Expedição Discovery  (Antártica)

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

A cabana está situada na Antártica, perto do estreito de McMurdo. Ela foi construída pela equipe do explorador britânico Robert Falcon Scott durante a Expedição Discovery, realizada entre 1901 e 1904. A expedição foi a segunda tentativa de explorar a região após 60 anos da primeira tentativa. Se a cabana parece estar bem conservada se considerarmos a data de sua construção, é porque o local está completamente congelado.

Dentro dessa engenhosa construção escondida em uma das regiões mais geladas do planeta, há vários equipamentos agora inúteis, estoques de carcaças de foca, carne e óleo de baleia, além de gelo por toda parte. A cabana não tem servido a propósito algum no decorrer dos anos, e já teria sucumbido em ruínas após décadas de abandono se não fosse pelo poder de conservação do gelo que toma conta do local.

 

1 – Escola Veterinária de Anderlecht, Bruxelas

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

10 lugares abandonados horripilantes

Abandonado desde os anos 90, este é o único prédio ainda não reformado de um conjunto de 19 construções que compunham o complexo veterinário de Anderlecht. E provavelmente a antiga escola veterinária vai permanecer assim por um bom tempo, já que várias equipes de companhias de construção se recusam a trabalhar no local.

Seus halls desertos levam a salas cheias de coisas enervantes: velhas garrafas de formatos estranhos com fluídos questionáveis, seringas e o equipamento médico velho e enferrujado. Mas o pior mesmo são os restos dos objetos de estudo que continuam abandonados no prédio, tais como cabeças e cérebros de animais e várias outras partes de seus corpos dentro de jarros armazenados por todo o prédio. Algumas dessas partes são reconhecíveis e outras nem tanto. Pode-se notar algumas membros costurados sem razão aparente. Tudo isso rendeu ao Anderlecht o merecido apelido de “Laboratório de Horrores”.

Fonte: Listverse

Siga Geekdama nas redes sociais!