Death Note Light up The NEW World estreou em primeiro lugar nas bilheterias japonesas, desbancando a animação Kimi no Na wa, que permaneceu no topo por nove semanas consecutivas, desde sua estreia em 26 de agosto.

Exibido em 342 salas, o filme arrecadou 458.645.800 (cerca de R$ 13.88 milhões) em seu final semana de estreia com a venda de 342.309 ingressos, números superiores aos alcançados pelo live-action de Death Note de 2016, que faturou 405.629.000 (R$ 12,27 milhões) vendendo 306,385 ingressos.

Com direção de Shinsuke Sato (Gantz), o filme estreou no dia 28 de outubro e é uma sequência os live-actions de Death Note lançados em 2006 e se passa em uma sociedade de informação altamente avançada que agora está ameaçada por cyber-terrorismo. Novos personagens, os quais herdaram o legado de Light e de L, emergem e empreendem uma guerra pela posse de seis Death Notes deixados na Terra.

Um dos pontos cruciais da trama do filme é uma das regras do uso do Death Note que havia sido mencionada do mangá , porém nunca foi explorada: apenas seis Death Notes podem existir no mundo dos mortais ao mesmo tempo. Portanto, somente seis shinigamis podem vagar entre os humanos.

Em setembro, o Hulu, serviço de streaming semelhante ao Netflix, disponibilizou Death Note NEW GENERATION, uma mini-série em três episódios que serve de prequel para filme contando o passado dos principais personagens do longa-metragem.

Fonte: ANN

Siga Geekdama nas redes sociais!