Warner Bros. está realizando mudanças em suas estratégias de negócios e pretende fazer menos filmes por ano, se focando preferencialmente em franquias como Harry Potter (Animais Fantásticos e Onde Habitam) e os super-heróis da DC.

Por isso, a Warner desistiu a adaptação em live-action do anime Death Note programada para 2016, liberando o diretor Adam Wingard para negociar a produção com outros estúdios, uma vez que as filmagens já estavam prestes a começar.

STX e Lionsgate demonstraram interesse no projeto no entanto, de acordo com informações do site TheWrap, a Netflix deve assumir a produção do filme, cujas filmagens devem começar em junho.

Adam Wingard (The Guest, Você é o Próximo) será mantido na direção e o roteiro será de Jeremy Slater, roteirista da versão mais recente de Quarteto Fantástico, porém não está confirmado se os atores que já haviam sido escalados para o filme continuarão no projeto.

Nat Wolff (A Culpa é das Estrelas e Cidades de Papel) havia sido escolhido para interpretar o protagonista Light Yagami, um garoto brilhante que um dia encontra o Death Note, um caderno sobrenatural que lhe dá a habilidade de matar qualquer pessoa apenas escrevendo seu nome. Com esse poder, Light decide instaurar uma nova ordem mundial eliminando criminosos e enfrenta a oposição do misteriosos detetive L, que o considera apenas mais um infrator da lei.

Margaret Qualley, mais conhecida por interpretar a personagem Jill Garvey na série The Leftovers, da HBO, interpretaria Misa Amane, interesse amoroso e cúmplice de Light.

Fontes: TheWrap, Forbes

 

Siga Geekdama nas redes sociais!