Um dos pontos altos de The Children, o episódio final da 4ª temporada de Game of Thrones, foi o duelo entre Brienne de Tarth (Gwendoline Christie) e Cão de Caça (Rory McCann). A atriz contou em detalhes como foi fazer aquela cena.

Nós filmamos a cena em três dias na Islândia e foi uma das lutas mais difíceis que eu já fiz. Foi em meio as rochas primeiro com espadas e depois fisicamente e nós dois saímos incólumes, mas foi uma das coisas mais difíceis que eu já fiz na vida. Minhas mãos pareciam pés de mendigo – muito inchadas. Eles cuidaram de mim, como sempre, mas algumas coisas são inevitáveis. Subimos e descemos colinas duelando, rolando e lutando com a cara nas rochas perto de uma queda abrupta. Rory McCann é um ator incrível e um homem muito forte, e isso foi um desafio – não só como atores, mas também como personagens. Foi um desafio intenso do c….

Confira a entrevista na íntegra.

Você fez treinos extras?
Sim, eu fiz. Treinei seis semanas antes – três ou quatro dias por semana – e então ficava o tempo todo com o instrutor. Fiquei simplesmente exausta. Não sei como meus amigos me suportaram, pois eu não estava uma boa companhia.

Agora você tem tantas cenas de duelo quanto qualquer outro personagem na série.
É, suponho que sim. Essa cena foi bem longa e complexa. É uma das maiores lutas que eles fizeram. Não é uma típica luta corporal.

E o que se passava pela sua mente enquanto estava filmando, tendo que enfrentar um oponente tão grande.
Eu estava no clima, mas na hora, fiquei com pena de Rory. Os figurinos são incríveis e procuraram deixá-los mais confortáveis do que antes, mas é difícil trabalhar com eles. O que se passava pela minha cabeça? Estou tão concentrada na cena que ela se torna real. Rory e eu podíamos não estar tentando nos matar, mas nossas espadas estavam se cruzando. Nós dois estávamos dando nosso melhor naquela situação. O coitado do Nikolaj Coster-Waldau (Jaime Lannister) na luta que tivemos na terceira temporada disse, “Você pode, por favor, maneirar uns 10 por cento ao invés de sair me esmagando?” Rory e eu estávamos levando muito a sério. Queremos que haja contato – rolando na lama, naquela superfície rochosa com a mão sangrando. Você está dolorido, emotivo e gritando o tempo todo, e tem sangue jorrando da sua boca e você se desequilibra quando precisa e cai quando não precisa. Eu gosto que seja real. Então certas coisas são muito reais e você está genuinamente assustado porque quando você olha nos olhos do seu oponente, vê que é para valer. É assustador – aquela foi uma das poucas vezes que eu nem precisei atuar. Eu gritava, “Vai se f…! Pode vir!” – Sangue por toda parte, tudo fugindo de controle. É insano para c… – Estava no topo de uma montanha com uma paisagem surreal ao redor e o sol brilhando e a adrenalina correndo e tem o que parece ser sangue em cima de você e você está dolorido lutando com as espadas, e então estão se engalfinhando no chão. Na verdade em certo momento me deixei levar e fiquei gritando… há um linda trajetória nisso. Eu não queria que fosse um combate, eu queria que fosse uma história física sendo contada. Eu trabalhei com o [diretor] Alex Graves e ele fez tudo ser uma experiência das mais maravilhosas. Ficou lindo e natural e é uma cena emocionalmente complexa – e não fica só por aí.

Quanto tempo levou para você se recuperar?
Eu tive muita sorte porque trabalhei com Phil Murney, um preparador físico incrível – ele é muito bom com essas coisas relacionadas a recuperação e tudo mais. Acho que precisei de uma semana para me recuperar fisicamente. E admito que tive sonhos bem estranhos. Rory disse o mesmo. É algo emocionalmente e fisicamente difícil – gostaria de ter outros adjetivos, ou saber expressar melhor, mas… Sabe, você está sempre entusiasmado com seu personagem e isso é ótimo. Acho que isso transparece na sua performance.Foi uma escolha muito boa de elenco. Nós dois somos insanos – isso gera uma explosão de pesada de agressão, fisicalidade e combate. Ele é maior do que ela, mais forte do que ela e não tem piedade. Ele não se importa e deixa isso claro. Ele está literalmente a matando.

Fonte: Entertainment Weekly

Siga Geekdama nas redes sociais!