Logo após a exibição do 4º episódio da 5ª temporada de Game of Thrones, Jane Johnson, editora de As Crônicas de Gelo e Fogo, manifestou em seu perfil no Twitter desagrado sobre como Ser Loras (Finn Jones) está sendo retratado na série.

Nunca fiquei feliz por eles o terem feito um gay caricato na série: a caracterização é muito mais sutil nos livros.

Elio M. García Jr. e Linda Antonsson, fundadores do site Westeros.org e colaboradores do livro A World of Ice and Fire, concordaram com Johnson, opinando que na série o personagem está sendo definido pela sua sexualidade, excluindo quase todas suas outras características.

Após a morte de Barristan Selmy (Ian McElhinney) no final do episódio, personagem que continua vivo nos livros, Johnson reclamou mais uma vez no Twitter.

O QUÊ? #GameOfThrones Não estou amando essas enormes divergências. Leia os livros se quiser conhecer a história do jeito que o autor pretendia.

O desagrado de Jane Johnson é compartilhado por inúmeros leitores de As Crônicas de Gelo e Fogo, os quais frequentemente se ressentem das mudanças na série.

No entanto, vale sempre lembrar que adaptações são inevitáveis, especialmente agora que Game of Thrones está alcançando os últimos acontecimentos de A Dança dos Dragões.

Martin afirmou ter intenção de terminar The Winds of Winter antes da estreia da 6ª temporada da série, porém o livro segue sem uma previsão exata de publicação.

Fonte: Design&Trend

Siga Geekdama nas redes sociais!