Yo Uehara, um morador de Okinawa, Japão, foi condenado a 18 meses de prisão, além de ter sido multado em 500 mil ienes (cerca de R$ 14,6 mil) por fazer o upload ilegal de capítulos do mangá One Piece.

O juiz do caso disse que “lucrar com infrações recorrentes é algo perverso. Como o mangá é lido por várias pessoas não especificadas, o grau de violação dos direitos autorais foi grave.”

No entanto, a sentença foi suspensa por três anos porque o réu estava disposto a reparar os danos causados.

Em setembro de 2017, Uehara foi uma das cinco pessoas acusadas de upload ilícito de mangás como One Piece e Tokyo Ghoul:re antes da publicação dos capítulos nas revistas. Ele era o líder do grupo criminoso.

Segundo as investigações da polícia, Uehara conseguia cópias das revistas japonesas Weekly Shonen Jump e Weekly Young Jump ilegalmente antes dos lançamentos. Após consegui-las, ele escaneava e publicava em seus sites particulares, conseguindo lucros de pelo menos 74 milhões de ienes (cerca de R$ 2,16 milhões) com propagandas nos sites.

Fonte

Siga Geekdama nas redes sociais!