A Divisão de Crimes Econômicos e Direitos do Consumidor da província de Kyoto, no Japão prendeu um funcionário de escritório de 31 anos de cidadania chinesa por suspeita de infração de direitos autorais no dia 11 de junho.

O suspeito é acusado de vender action figures falsificadas da Boa Hancock em um site de leilões para dois homens da cidade de Kawasaki, entre dezembro de 2013 e fevereiro de 2014 por 20 mil ienes, cerca de R$ 439,00.

Durante a busca na casa do suspeito, a polícia encontrou em estoque de 63 action figures da Hancock customizadas de modo que as roupas das bonecas saíssem (chamadas Makaizou figures).

O suspeito admitiu saber que a comercialização das action figures era ilegal e confessou ganhar de 200 mil a 300 mil ienes mensais com as vendas, cerca de R$ 4.394,00 a R$ 6.591,00.

chinês-preso-action-figures-falsificadas-boa-hancock-3

chinês-preso-action-figures-falsificadas-boa-hancock-2

chinês-preso-action-figures-falsificadas-boa-hancock-1

Fonte: Crunchyroll

 

Siga Geekdama nas redes sociais!