Em 1992, Oda increveu seu mangá WANTED! no disputado Tezuka Award, empatando no pódio com outros dois competidores.

Na época, um estudante de Ensino Médio de apenas 17 anos, Oda deu sua primeira entrevista ao Kumamoto Nichi Nichi, um jornal local de Kumamoto, sua cidade natal.

O artigo, originalmente publicado no dia 27 de janeiro de 1993, trouxe algumas informações sobre o então aspirante a mangaká e conta com vários comentários do próprio Oda.

***

Se você mencionar o nome Takehiko Inoue de SLAM DUNK, mangá atualmente publicado na Weekly Jump, todos saberão a qual mangaká famoso você está se referindo. Mas até mesmo Inoue teve seu início de carreira no Tezuka Award, uma competição organizada pela [editora] Shueisha que serve como primeiro passo para carreira de um mangaká iniciante.

Agora Eiichiro Oda, veterano da Escola de Ensino Médio da Cidade de Kumamoto, recentemente ganhou o mesmo prêmio em segundo lugar.

“Eu gostaria de me tornar um mangaká profissional no futuro depois de me mudar para Tóquio”, diz o jovem Oda sobre seus planos para o futuro.

O Tezuka Award, que enfatiza aspectos da história do mangá, e o Akazuka Award, focado nas gags do mangá, são realizados na mesma época e são competições abertas ao público duas vezes por ano, onde os participantes se submetem a uma rígida seleção.

Oda foi um dos finalistas entre 480 competidores de todo o país. Não houve um vencedor naquele ano, porém três candidatos foram eleitos vice-campeões.

Depois de assistir ao filme ‘Os Jovens Pistoleiros’ eu comecei a gostar de faroestes”, disse Oda que inscreveu WANTED!, um western cômico que conta a história de um homem que se torna um criminoso procurado e de um assassino contratado por autoridades locais para matá-lo. Legal? Enquanto a história conta com tiroteios, há também vários momentos engraçados. Foi uma mangá divertido que me fez rir.

Oda, que levou 4 meses na produção do mangá, recorda:

Parecia que eu não iria conseguir terminar dentro do prazo, então eu desenhei o final correndo.

Ainda assim, um certo mangaká do júri lhe elogiou bastante dizendo: “Esse é um texto que tem o poder de fazer você querer ler. Há muito potencial aqui.”

Oda adora desenhar desde pequeno, ele disse que sequer se lembra desde quando. “No Ensino Fundamental, eu constantemente copiada mangás populares”, relembra Oda. “Se eu não estou desenhando algo eu não consigo sossegar”. Obviamente, desenhar se tornou parte fundamental de sua vida.

Um mangaká que ele admira é Akira Toriyama. Dragon Ball é um mangá que tem influenciado o traço de Oda.

A arte de Akira Toriyama é realmente boa. Até mesmo quando os animais estão falando, eles parecem humanos e não ficam nem um pouco estranhos. Porque faz Toriyama faz com que funcione bem.

Ainda que Oda, que alega ser um “estudante de Ensino Médio completamente normal”, tenha ganhado um prêmio, ele toma cuidado para não ficar animado demais com isso. De fato, ele afirmou: “Até eu me tornar mais famoso, não quero aparecer em público”.

Então pedi a ele se desenhasse a si mesmo.

Eiichiro-Oda-Entrevista-Kumamoto-Nichi-Nichi-1993
Oda se inscreveu ao Tezuka sob o pseudônimo de Tsukihimizu Kikondo.

Eu não quis me inscrever com meu nome verdadeiro. Antes da inscrição, fiquei pensando em um nome e o calendário chamou minha atenção. Embora não seja tão engraçado quando você lê o nome normalmente, mas então eu distorci o modo de leitura.

Oda ganhou um prêmio de ¥ 500.000. Ao ser questionado sobre o que faria com o dinheiro, ele respondeu:

Vou dar uma parte aos meus pais, e os 300.000 ienes restantes eu vou guardar.

Quem diria que este levemente excêntrico e generoso “típico estudante de de Ensino Médio” poderia ser tão sagaz?!

***

Depois que esta matéria foi publicada, o mesmo jornal noticiou que Oda foi aceito na Universidade Kyushu Tokai para estudar Planejamento Arquitetônico a partir de abril de 1993.

No entanto, Oda não estudou por muito tempo, abandonando a faculdade para trabalhar como assistente de alguns mangakás famosos até ganhar sua oportunidade de se tornar um mangaká profissional.

Fonte: One Piece Podcast

Siga Geekdama nas redes sociais!