O Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão (METI) lançou o projeto Manga-Anime Guardians Project (MAG), uma campanha anti-pirataria em conjunto com diversas empresas relacionadas a animes e mangás.

De acordo com a declaração oficial do METI, a partir do dia 1º de agosto de 2014 o ministério irá monitorar diversos sites com o objetivo de remover mais de 580 títulos de anime e mangá que estão sendo distribuídos ilegalmente pela internet.

One Piece também está na mira. Com mais de 345 milhões de cópias vendidas desde seu lançamento em 1997, a obra de Eiichiro Oda é o mangá mais vendido da história e está entre as obras a serem monitoradas.

O objetivo do METI é eliminar em 5 meses todo o conteúdo ilegal de uma extensa lista de sites visados, entre eles os nacionais Anitube e UOL Mais.

Um relatório da Agência Japonesa para Assuntos Culturais alega que somente em cidades como Pequim, Shangai, Guangzhou e Chongqing, a pirataria causou em 2013 um prejuízo de 560 bilhões de ienes (mais de 12,6 bilhões de reais). Um relatório do METI indica que a pirataria online custa cerca de 2 trilhões de ienes (mais de 45,3 bilhões de reais) à indústria.

O movimento também intenciona educar os fãs para que consumam seus animes e mangás favoritos legalmente, disponibilizando uma lista com os títulos em questão com links para distribuidores legais licenciados. No site do MAG um vídeo com 42 personagens dizendo “Arigatou” (Obrigado) em japonês, entre eles Ace.

http://www.youtube.com/watch?v=qhn3YKqMH3M

One Piece no Brasil

No Brasil, One Piece é publicado pela editora Panini. O volume mais recente disponível no país é o #50, em que Brook se junta à tripulação. A Panini também está fazendo o relançamento de edições anteriores, as quais eram publicadas pela editora Conrad. O último volume relançado foi o #30, que contém a luta de Luffy contra Enel em Skypiea.

É possível assistir o anime pela Crunchyroll, que disponibiliza os episódios a partir dos sábados às 23h00 com legendas em inglês e aos domingos às 8h00 com legendas em português. Uma notificação da página de One Piece no site da Crunchyroll avisa que os episódios mais antigos serão disponibilizados aos poucos.

Fonte: SG Cafe

Siga Geekdama nas redes sociais!