De acordo com o jornal japonês Kyoto Shimbun, a juíza Mikiko Watanabe, do Distrito Judicial de Kyoto, condenou Takehisa Hidaka a 10 meses de prisão devido por sua participação em um esquema de pirataria de mangás da Weekly Shonen Jump, incluindo One Piece.

Hidaka, 70 anos, era funcionário de uma empresa responsável pela distribuição nacional da revista e foi preso junto com quatro cúmplices chineses no final de 2015 por suspeita de vazar as edições da Shonen Jump antes do lançamento oficial no Japão para o Manga Panda, um dos maiores sites de scanlation do mundo.

A juíza salientou que a infração de direitos autorais é um grande problema que se estende à comunidade global e afirmou ser necessário haver uma punição severa para prevenir situações como esta no futuro.

Nenhum dos acusados contestou as alegações, porém os réus chineses ainda não receberam sentença, pois seus casos continuam sendo analizados.

Fonte: One Piece Podcast

 

Siga Geekdama nas redes sociais!