Boa parte dos leitores de One Piece encararam com desconfiança a notícia de que o mangá ganharia uma adaptação americana live action produzida pela Netflix.

Um dos maiores receios é como um mundo tão peculiar quanto o de One Piece ganharia vida em uma série com atores reais mantendo a fidelidade à obra original.

Ao ser questionado sobre o assunto uma entrevista concedida a um canal no YouTube especializado em One Piece, Matt Owens, o roteirista da série, mencionou especificamente a questão do humor.

Segundo Owens, adaptações devem ser feitas para tornar o resultado final mais palatável para uma audiência mais ampla.

Eu diria que há dois níveis que apresentaram os maiores desafios para nós. E um deles é a comédia. One Piece é muito engraçado, então é muito importante ter comédia lá.

Mas parte da comédia da obra é muito oriental e, em parte, sem desrespeito, às vezes um pouco infantil. Então como manter humor como parte da série? Esse é um dos grandes desafios.

Porém, apesar das modificações a serem feitas, Owens, que roteirizou as séries Luke Cage, Agentes da S.H.I.E.L.D. e Os Defensores para a Netflix, afirmou que o elemento cômico será parte relevante do live action de One Piece.

Há humor, a série será engraçada. Uma das principais coisas quando começamos, que tentamos fazer, apesar de ser impossível, é tentar definir One Piece em três elementos essenciais: te faz rir, te faz chorar e te faz dizer “Puta merda!”.

Se houver uma dessas coisas em cada um dos episódios, então teremos feito o nosso trabalho. Então isso é algo que tentamos manter em mente em cada etapa.

Na mesma entrevista, Owens tentou tranquilizar os fãs afirmando que também é um aficionado pela obra de Eiichiro Oda e alegando que o mangaká e sua equipe fazem parte ativamente do processo de criação.


Você acredita que o live-action de One Piece fará justiça à obra original ou acha que o resultado será decepcionante?

Deixe sua opinião nos comentários!

Fonte RogersBase

Siga One Piece Brasil nas redes sociais!