Carl Grimes e o zumbi do pântano

Juntamente com a enorme base de fãs que The Walking Dead tem conseguido, tanto com a série quanto com os quadrinhos, vem um crescente grupo de críticos a diversos pontos da história. Uma das principais polêmicas é sobre a irresponsabilidade de Carl Grimes, mesmo em situações de perigo mortal.

A constante incapacidade de Carl de permanecer em um lugar (Carl, fique dentro de casa, por favor!) ou sob a vigilância pouco cuidadosa de sua mãe Lori é motivo de constantes piadas e revoltas entre os fãs (Afinal, quem poderia olhar o Carl um minuto?). Apesar de render muitas risadas, vários fãs pedem que ambos, mãe e filho, sejam retirados da série, por serem incapazes de sobreviverem ao mundo pós-apocalíptico.

Felizmente, para a alegria dos fãs, o produtor executivo da série de TV, Glen Mazzara, ouviu as manifestações e, em recente entrevista para o site TV Guide, afirmou que essas atitudes pouco sensatas estão com os dias contados. O que trará a tona esta mudança ainda é um mistério. Talvez Carl tenha aprendido com seus erros na fazenda do Hershel. Ou talvez tenha percebido que não dá para sobreviver agindo como uma criança em um mundo onde os mortos estão em cada esquina e há pessoas como O Governador.

Nas palavras de Mazzara:

“Estamos interessados em explorar Carl como um pequeno soldado nesta guerra contra os mortos-vivos. Ele se tornará um membro muito, mas muito efetivo no grupo. Ele não é mais a criança que precisa de cuidados e conselhos constantes. Esse Carl já era.”

Gravações da terceira temporada de The Walking Dead
Carl (Chandler Riggs), nas gravações da 3ª temporada. Maior e agora com mullets!

Será que nesta terceira temporada teremos um Carl mais parecido com a das HQs?

Fonte: Screenrant

Siga Geekdama nas redes sociais!