Ross Marquand, o Aaron de The Walking Dead, esteve hoje pela primeira vez na Comic Con Experience, evento que está acontecendo em São Paulo. O ator foi bastante solícito com os fãs e jornalistas, tirando fotos e até fazendo sua tradicional imitação de Ewan McGregor.

Em conversa com o UOL, Marquand falou um pouco sobre a série e confessou seu principal desejo: que Aaron tenha vida longa.

Eu não gostaria de morrer. Estou gostando muito da série, me deixem ficar. Só gostaria que não fosse algo do nada, tipo virei e tomei um tiro. Queria que fosse em uma luta ou coberto de zumbis. Nada igual ao Noah.

Apesar de ressaltar que também não gostaria de ver Aaron morrer pelas mãos de Negan, Ross elogiou a entrada de Jeffrey Dean Morgan, classificando como “fantástica” a experiência de estar ao lado do novo companheiro.

Veja outros pontos interessantes comentados pelo ator:

Cena da morte de Glenn e Abraham.

Não foi engraçado, pois ficamos naquele lugar escuro por muito tempo. Mas, por outro lado, nunca estivemos tão juntos como equipe.

Lentidão da temporada.

É momento de mostrar como Rick está lidando com a nova realidade. O foco agora é mostrar como cada um está encarando a chegada de Negan, mas prometo que a segunda metade da temporada compensará na ação.

Participação na série.

Eu estava completamente falido antes de entrar para o elenco de The Walking Dead. Hoje me sinto privilegiado em fazer parte de uma série cujo público é o melhor em dedicação.

Ross Marquand volta à CCXP no domingo, 4, último dia de evento, para participar de um painel sobre The Walking Dead, às 14h, no Auditório Cinemark.

Fonte Uol

Siga Geekdama nas redes sociais!