A equipe e o elenco de The Walking Dead se consideram uma família. Isso soa cafona, eu sei, mas qualquer um que esteve no set pode atestar o fato de que eles são um grupo incrivelmente unido. Talvez sejam as condições de trabalho que os una — filmando fora, no interior de Georgia, com temperaturas que vão além de 37ºC. Talvez seja o conteúdo tratado pela série — tão pesado, que eles não conseguiram evitar essa união. Ou talvez seja porque tiveram a sorte de terem encontrado um grupo de indivíduos incrivelmente legais e profissionais, que realmente aproveitam a companhia um do outro.

Qualquer que seja a razão, eles parecem se preocupar profundamente uns pelos outros, e não tem problemas em demonstrar isso. Com o personagem Glenn, de Steven Yeun, sendo morto e saindo do show na première da sétima temporada, nós fomos as pessoas que o conheceram melhor — Lauren Cohan, Andrew Lincoln, Norman Reedus, bem como o criador Robert Kirkman, e o produtor executivo/diretor Greg Nicotero — para captar seus pensamentos pessoais e melhores lembranças sobre como é trabalhar com o favorito dos fãs.

1 - Lauren Cohan sobre Steve Yeun

Steven me trouxe à série. Ele é a primeira pessoa com quem eu saí para curtir. No dia em que eu cheguei aqui, Steven, Sarah Wayne Callies (Lori) e eu fomos para um churrasco coreano, e eu me lembro de ter ido à Georgia, usando uma camisa de flanela. Era julho, então eles disseram: “É, você precisa comprar umas camisetas.” Também me lembro que naquele ano nós fomos ao Quatro de Julho para assistir os fogos e o céu aberto. Oh meu Deus, como chovia! Todos fomos embora, correndo com os casacos sobre as cabeças. Fomos todos para a casa de Steven. Nós pegamos o violão e começamos a cantar. Steven cantou uma música, e Emily cantou outra. Nós estávamos todos com as roupas emprestadas de Steven e sentados por aí em seu apartamento, no Quatro de Julho, com chuvas torrenciais lá fora. Foi como a faculdade. A nossa primeira saída juntos.

Steven tem sido um líder profissional na série, sem nem mesmo ter sido qualquer uma dessas coisas antes de estar nela. Sabe o que Steven é? É alguém que corre, ou morre: você sabe que ele cuida de você. Tudo o que nós vimos em Glenn é o que Steven traz à ele, e isso é aquele coração firme. Estou tão animada por ele, sabendo que vai fazer coisas incríveis. Ele é o mais profissional cavalheiro, e o mais bobo, engraçado e pateta de todos. E Steven ainda está vivo! Então, isso é bom.

2 - Andrew Lincoln sobre Steve Yeun

Steven não é apenas um ator incrível, é também um dos caras mais decentes, engraçados e lindos com os quais já tive a sorte de encontrar. Ele também é um dos meus amigos mais queridos nessa vida. E ponto final. E o fato dele não estar mais aqui, deixou um grande vazio na série. O que nos espera ao retornar ano que vem é desanimador, por causa de sua ausência. Sua partida foi sísmica, e todos nós a sentimos. Ele é um dos fundadores desta série. Suas digitais estão em todas as partes dele. Seu humor é o que mais vou sentir falta. Ele tinha esse jeito de dizer exatamente a coisa certa, na hora errada. É absolutamente lindo, e eu sentirei falta de tudo. A coisa maravilhosa sobre estar neste trabalho é ver alguém crescer na tela, e se tornar um ator protagonista surpreendente à sua própria maneira. A relação de Rick com Glenn era de ter um irmão mais novo que é mais engraçado, mais bonito, mais esperto, e que ele nunca teve — o que é exatamente minha relação com Steven.

3 - Norman Reedus sobre Steven Yeun

Ele é um dos meus melhores amigos. Eu estava com ele quando ele pediu a esposa em casamento. Ele está nessa corrida mesmo antes de eu ter começado em The Walking Dead. Perdê-lo como personagem e como cara com quem eu saio todos os dias é uma chatice. É a última coisa no mundo que eu queria que acontecesse. Você perde pessoas nessa série, e aí você fica tipo, “É assim que funciona.” Mas, quando você perde alguém tão próximo de você, é horrível. Eu sou um fã da série tanto quanto sou um ator nela, e me apaixono por esses personagens. Você vê as suas evoluções, e eu vejo pessoas crescerem como atores. Eu os vejo se arriscando, e eu os vejo fazendo coisas que mexem com minha cabeça. Eu choro com eles. Eu luto com eles. Nós construímos essa amizade desde o primeiro dia, assim como Daryl e Glenn fizeram. Eu amo Steven pra car*lho.

4 - Criador de The Walking Dead, Robert Kirkman, sobre Steve Yeun

Uma coisa que vou sentir falta em Steven é que era divertido fazer brincadeiras com ele. Sempre levou numa boa. A primeira coisa que Steven filmou foi uma cena extra no episódio quatro da primeira temporada, porque ele queria ir até o tanque e agarrar o chapéu de Rick, que ficou para trás. Mas nós não quisemos gravar para ter o tanque de volta no set, então pegamos algumas gravações dele correndo e pegando o chapéu, para um episódio mais adiante. E eu acho que ele não antecipou o quanto ele iria correr, porque nós acabamos tendo que fazer algumas tomadas, e ele não tinha comido nada, então meio que desmaiou em seu primeiro dia de filmagens. Nós sempre fazíamos piadas dele por isso, e ele sempre levou tudo numa boa. Era muito divertido, muito alto astral, um membro imbatível do elenco, que sempre dava vida às coisas. É realmente difícil não tê-lo por perto.

5 - Diretor/Produtor Executivo Greg Nicotero sobre Steven Yeun

Toda hora estou em algum lugar na rua e as pessoas dizem, “Quem é seu personagem favorito?” Eu sempre digo “Glenn.” Tem alguma coisa tão relacionável nele, e Steven é um perfeccionista máximo…  Ele sempre sente que pode fazer melhor, mesmo quando é excelente. Ele sempre quer refinar. Sempre quer melhorar como ator, e como artista. Eu mal podia esperar para gravar cenas com o Steven, porque ele coloca muita energia e esforço em seu personagem. Houve um momento na terceira temporada em que nós estávamos gravando uma cena onde nós não havia 100% de certeza se os diálogos funcionariam bem. Então chamamos o showrunner e ele disse, “Quer saber, pessoal? Fiquem à vontade para mudar.” Então Steven e eu reescrevemos a cena e foi uma das melhores cenas do episódio. Ele é um em um milhão, cara. A energia que ele traz ao set, a atitude — tudo sobre ele é nível A.

Fonte EW

Siga Geekdama nas redes sociais!