A tortura que Daryl sofreu com os Salvadores teve seu preço, quando ele espancou Fat Joey até a morte sem hesitar no 8º episódio da 7ª Temporada (S07E08 – “Hearts Still Beating”), mesmo após ele ter implorado para ter sua vida poupada.

Muitos podem ter comemorado este ataque brutal, tanto pela desforra de Daryl, quanto pelo fim de mais um dos homens de Negan, mas uma análise mais profunda deste Salvador indica que sua ausência pode significar alguns problemas sérios.

Para entender a ideia é preciso observar algumas conversas em segundo plano que ocorreram durante o 7º episódio (S07E07 – “Sing Me a Song”).

A primeira conversa: a horda de zumbis. Quando Carl e Jesus se escondiam no caminhão, os dois Salvadores que conduziam o veículo pararam para observar alguns zumbis na estrada. Um deles comenta que havia uma horda nas proximidades que estava sendo redirecionada para longe das comunidades com explosivos armados por Fat Joey.

A segunda conversa: o problema com o redirecionamento. Após o caminhão ter chegado no Santuário, no momento em que Carl preparava sua arma, Joey relatava à Negan que algo havia dado errado com o plano de redirecionamento e ele estava trabalhando para consertar as coisas.

A terceira conversa: o culpado pela falha. Por fim, o último diálogo relacionado aconteceu quando Negan confrontou Sherry sobre Mark (aquele que teve o rosto queimado), que não teria feito seu trabalho para ficar com Amber. Por conta disso, o redirecionamento falhou e Mark foi punido exemplarmente.

Juntando essas três conversas, tudo indica que há uma horda de zumbis a caminho deles. E com Fat Joey morto, essa situação pode se tornar um grande problema muito em breve, não só para os Salvadores quanto para Rick e as outras comunidades.

Será que veremos a continuação desta trama na segunda parte da 7ª temporada de The Walking Dead?

Fonte CB

Siga Geekdama nas redes sociais!