Em tempos de guerra, a confiança de todos ao seu redor é testada constantemente. Esta máxima é verdadeira também em The Walking Dead.

Além da sinopse da segunda parte da 7ª temporada já ter alertado sobre problemas desta ordem, Lennie James, o ator que interpreta Morgan Jones, reafirmou a questão, revelando que um dos mocinhos deve ir para o lado negro da força.

É bem óbvio que estamos nos preparando para entrar em guerra. E todos que acompanham os quadrinhos sabem que estamos prestes a entrar em uns dois anos de guerra.

Não sei quanto tempo isso vai durar na série de TV, mas foi algo que se estendeu um pouco nos quadrinhos. Então estamos prestes a entrar em guerra, e o segundo bloco [de oito episódios da 7ª temporada] foca em apresentar os protagonistas e certos eventos que decidirão os lados que as pessoas tomarão. E não será uma divisão clara.

Algumas pessoas irão para o lado negro, pegando você de surpresa, e algumas pessoas virão para a luz – e isso é tudo uma questão de perspectiva.

Spoilers dos quadrinhos abaixo

the-walking-dead-hq-119-background

Traição é um elemento bem relevante no arco da Guerra Total em The Walking Dead. Nos quadrinhos, além de Gregory preferir ficar do lado de Negan (por covardia), Dwight tem um papel crucial nesta série de confrontos.

Após se encontrar secretamente com Rick, Jesus e Ezekiel, Dwight declara que está disposto a unir forças contra Negan. Sendo um agente duplo, suas reais intenções ficam em aberto até os momentos finais da guerra.

Será que teremos traições inéditas na adaptação da Guerra Total para a série de TV? Quais as suas expectativas para o maior confronto de The Walking Dead?

Fonte CB

Siga Geekdama nas redes sociais!