O 5º episódio da 7ª temporada de The Walking Dead teve vários bons momentos, mas o final foi ainda mais interessante: Jesus entra escondido em um dos caminhões dos Salvadores, na tentativa de descobrir a localização da base deles, quando percebe que Carl já estava lá dentro.

Este é um desenvolvimento muito aguardado pelos fãs dos quadrinhos, onde Carl (sem Jesus, que já havia descoberto a localização dos Salvadores pouco antes) resolve sair em uma missão suicida. Armado com a metralhadora de Abraham, ele consegue se infiltrar no caminhão com sucesso. O que ele faz a seguir é melhor ser visto do que explicado.

the-walking-dead-hq-104-negan-carl-caminhao

the-walking-dead-hq-104-carl-caminhao

the-walking-dead-hq-104-carl-metralhadora

the-walking-dead-hq-104-negan-carl

the-walking-dead-hq-104-negan-carl-metralhadora

Estes eventos aconteceram na edição 104. Vale lembrar que nos quadrinhos Carl ainda é bem mais jovem que sua versão da série de TV. Após esta carnificina, o garoto é desarmado e torturado por Negan. Não fisicamente, mas psicologicamente.

the-walking-dead-hq-105-carl-olho-negan

Inclusive, o título do 7º episódio da 7ª temporada é “Sing me a Song”, uma provável referência ao momento nos quadrinhos em que Negan obriga Carl a cantar para ele. O que significa que estes eventos devem ser adaptados com certa fidelidade para a série de TV.

Carl é devolvido ileso para Alexandria, já que Negan desenvolve uma estranha espécie de “respeito” pelo garoto. Mas claro, esta não seria a única vez em que haveria atritos entre os dois, pois Carl está determinado a matar Negan a qualquer custo.

the-walking-dead-hq-113-negan-carl-lucille

Quais suas expectativas para Carl na 7ª temporada de The Walking Dead?

Siga Geekdama nas redes sociais!