Após um longo período sem notícias de Carol, Daryl finalmente a reencontrou em New Best Friends, 10º episódio da 7ª temporada de The Walking Dead.

Carol lhe contou seus motivos para ter partido e Daryl parece entendê-la. Porém, quando ela perguntou a Daryl sobre o restante do grupo, ele mentiu ao afirmar todos estariam bem, ocultando o brutal assassinato de Abraham e Glenn.

Em uma entrevista ao Entertainment Weekly, Norman Reedus explicou o porquê da atitude de seu personagem.

Porque ela precisava ouvir isso. Ela está passando por seus próprios problemas e há um motivo pelo qual ela se isolou e não quer mais ser uma assassina. E ela está se perdendo e acho que Daryl percebe isso. É um ato bem altruísta. Ele lhe diz o que ela precisa ouvir para continuar em frente. Ele faz isso por ela.

Reedus esclareceu que Daryl acredita que Carol até poderia superar a morte de duas pessoas próximas, além da informação da opressão dos Salvadores. No entanto, ela não precisava daquilo neste momento.

Acho que ela certamente conseguiria lidar com aquilo. Só que não é disso que ela precisa. Cada um tem seu próprio caminho e ela precisa ficar longe disso porque ela está se perdendo e, naquele mundo, quando toda sua vida mudou e seu mundo mudou e a dinâmica mudou e você começa a se sentir perdido – e para quê isso, sabe? Então acho que ele percebe que ela precisa de agarrar a algo. Ela está se esforçando e tem sido difícil para ela, e ele o quanto isso tem sido uma escolha difícil para ela. E, altruisticamente, ele diz o que ela precisa ouvir por se importar com Carol e não querer que ela se arraste para alguma coisa da qual ela não quer mais fazer parte.

Você acredita que Daryl agiu corretamente ao tentar preservar Carol?
Deixe sua opinião nos comentários!

Fonte EW

Siga Geekdama nas redes sociais!