Vimos Carol e Ezekiel se aproximarem ao longo de toda a 7ª temporada de The Walking Dead.

A amizade é teorizada por muitos fãs como o início de um relacionamento amoroso, ainda mais considerando que Carol tem assumido o papel da Michonne dos quadrinhos.

Contudo, agora na 8ª temporada, conforme o Rei guiava seus soldados com sua confiança inabalável, Carol aparentava não estar totalmente de acordo com as decisões tomadas.

Afinal, como Carol realmente se sente em relação à Ezekiel? Em entrevista ao site Comicbook, a atriz que interpreta a personagem, Melissa McBride, revelou que é a própria experiência de Carol que a atrapalha, não a conduta de Ezekiel.

Ela se mantém reservada porque ela compreende. Ela já passou mais situações do que o próprio Rei, que é muito, muito otimista e não vai deixar de lutar dessa forma. É esse otimismo que o guia e ela não quer estragar isso.

E sabe-se lá se aquelas pessoas estão cientes do quão ruim a situação pode ficar. Ela compreende isso e se tiver alguma ressalva, não creio que ela falaria. Enquanto eles estiverem seguindo em frente e tentando vencer essa guerra, ela pode lidar com esse otimismo.

Mas como Carol se sente sobre o otimismo exacerbado de Ezekiel? Ela acha esse comportamento cativante ou desagradável?

Acho que um pouco dos dois. É cativamente, por ser um sentimento de esperança que quase ninguém tem mais. É uma esperança genuína e profunda. Além disso, acho que ela já se cativou por ele desde o começo. Quando ele descobriu o disfarce dela e ela o dele…

Ela tem seus disfarces e ir para a batalha é um deles. E o Rei também, ele se disfarça quando outros estão ao redor dele e ela entende que as vezes você tem que interpretar um personagem para sobreviver. Ele se sente poderoso como rei e ela compreende isso e, claro, isso a atrai.

Quais as suas expectativas para Carol e Ezekiel na 8ª temporada de The Walking Dead?

Fonte CB

Siga Geekdama nas redes sociais!