Quando saíram os primeiros rumores de que Andrew Lincoln poderia deixar o elenco de The Walking Dead, muito se especulou sobre o que teria motivado o ator principal da série a abandonar o barco.

Uma das especulações mais recorrentes era de que  a morte de Carl na 8ª temporada havia influenciado grandemente na decisão de Andrew Lincoln de dar um fim à jornada de Rick, ao menos na série de TV.

No entanto, durante uma convenção realizada neste final de semana na Califórnia, o ator Chandler Riggs, que interpretava Carl, corroborou com a versão de Lincoln, que havia alegado motivos familiares.

Sei que ele amava estar na série e amava fazer parte dela, mas acho que a razão principal foi sua família. Ele é homem muito centrado na família.

Segundo Riggs, Lincoln havia falado com ele sobre sua decisão antes de formalizar sua saída, mencionando novamente a necessidade de priorizar seus filhos.

Sinceramente, quando eu descobri fiquei super feliz por ele, porque assim ele poderia passar muito mais tempo com sua família e criar seus filhos. E estou muito orgulhoso por ele ter imposto limites para estar com sua família. Tenho certeza de que foi uma atitude super difícil para ele. E, é claro, não é o fim de Rick Grimes, há mais histórias para contar sobre ele.

Conforme anunciado logo após o episódio de despedida de Rick, o personagem irá protagonizar uma trilogia de filmes na AMC contando o que aconteceu após ser resgatado no helicóptero por Jadis.

A produção dos filmes deverá consumir bem menos tempo do que as filmagens da série, as quais forçavam Lincoln, que reside na Inglaterra, permanecer nos Estados Unidos por cerca de sete ou oito meses por ano.

Você acredita que a morte de Carl teria influenciado a saída de Andrew Lincoln da série?

Deixe sua opinião nos comentários!

Fonte CB

Siga Geekdama nas redes sociais!